(11) 2503-8933 / (11) 2628-1044
(11) 2628-2883 / (11) 4324-2340

O melhor plano de saúde para a cirurgia ortognática

Você finalmente decidiu que é hora de corrigir sua mandíbula desalinhada através de uma cirurgia ortognática. Mas agora surge a pergunta: Como escolher o melhor plano de saúde para cobrir a cirurgia ortognática. Com tantas opções disponíveis, é fundamental, portanto, encontrar um plano que atenda às suas necessidades específicas e ofereça a cobertura necessária para a cirurgia ortognática.

Neste artigo, vamos orientá-lo sobre como escolher o melhor plano de saúde para cirurgia ortognática. Exploraremos diferentes critérios a serem considerados, como por exemplo, rede credenciada de médicos, cobertura para a cirurgia e acompanhamento pós-operatório. Além disso, discutiremos a importância de verificar os prazos de carência e as restrições de cobertura do plano.

Encontrar o plano de saúde certo pode ser uma tarefa desafiadora, mas com as informações corretas e a orientação adequada, você poderá tomar uma decisão informada e segura. Prepare-se para dar um passo em direção ao divisor de águas da sua vida, e, então, descubra como selecionar o plano de saúde ideal para realizar a cirurgia ortognática.

Entendendo a cirurgia ortognática e seus custos

A cirurgia ortognática é um procedimento cirúrgico que visa corrigir o desalinhamento dos maxilares superiores e inferiores. É um procedimento que pode ser necessário para melhorar a aparência e a função da boca e da face, além de corrigir problemas de mordida, problemas respiratórios e apneia do sono.

Os custos da cirurgia ortognática podem variar dependendo do tipo de cirurgia necessária, do cirurgião e do hospital escolhidos e das despesas adicionais, como exames pré-operatórios e medicamentos. É importante lembrar que a cirurgia ortognática é um procedimento caro e, portanto, encontrar a cobertura de seguro adequada é essencial. https://www.institutomaxilofacial.com.br/2023/07/25/cirurgia-ortognatica-pelo-plano-de-saude/

Quando a cirurgia ortognática é necessária? 

A cirurgia ortognática transforma a estrutura da face. Se o queixo é muito projetado para frente, para trás, o sorriso é gengival ou há pouco crescimento do céu da boca, o procedimento pode ser a única solução viável para sanar o problema. Sobretudo quando o aparelho ortodôntico não é capaz, sozinho, de corrigir as más oclusões dentárias (mordida) e as alterações estéticas faciais provocadas. 

Em outras palavras, se apenas o “movimentar de dentes” não resolve um quadro de mordida errada, que não encaixa direito, a cirurgia ortognática é normalmente recomendada. Assim, são reposicionadas as bases ósseas da arcada superior (maxila) e da arcada inferior (mandíbula).

Importância do seguro de saúde para a cirurgia ortognática

Ter um plano de saúde adequado é fundamental para aqueles que precisam passar por uma cirurgia ortognática, pois além de proporcionar uma cobertura financeira para o procedimento em si, ter um plano de saúde, pode te dar cobertura para as terapias complementares, como fisioterapia e fonoaudiologia no pós operatório.

A grande maioria dos custos da cirurgia são garantidos, assim como toda a parte médico-hospitalar, tem a cobertura obrigatória pelos planos de saúde hospitalares. No entanto, muitos pacientes não sabem disso, inclusive colegas dentistas e médicos.

Fatores a serem considerados na escolha do seguro de saúde para cirurgia ortognática

Ao escolher um plano de saúde para cobrir sua cirurgia ortognática, existem vários fatores a serem considerados. Aqui estão algumas coisas a serem lembradas:

  • Rede de médicos credenciados – Certifique-se de que o plano de saúde que você escolher tenha uma ampla rede de médicos credenciados. Isso garantirá que você possa escolher um médico que seja especializado em cirurgia ortognática e que tenha experiência na realização desse procedimento.
  • Cobertura para cirurgia ortognática – Existem diferentes tipos de planos de saúde, incluindo planos individuais, familiares e empresariais. Além disso, existem planos com diferentes níveis de cobertura, que podem variar de acordo com o preço e as necessidades do beneficiário. Alguns planos de saúde oferecem cobertura específica para cirurgias, incluindo a cirurgia ortognática.
  • Cobertura de terapia complementar com fisioterapeuta e fonaudiologo.
  • Períodos de espera e restrições de cobertura – Verifique os períodos de espera e restrições de cobertura do plano de saúde. Alguns planos de saúde podem ter períodos de espera, que varia de 6 meses a 2 anos, antes de cobrir a cirurgia ortognática, enquanto outros podem ter restrições de cobertura para certos tipos de procedimentos.

Pesquisa e comparação de provedores de seguro de saúde

Ao escolher um plano de saúde para cirurgia ortognática, é importante pesquisar e comparar diferentes provedores de planos de saúde. Isso garantirá que você obtenha o melhor plano de saúde pelo melhor preço.

Ao pesquisar provedores de planos de saúde, verifique as avaliações e comentários dos clientes online. Isso pode ajudá-lo a ter uma ideia melhor da qualidade do atendimento ao cliente e da cobertura do plano de saúde.

Compreensão da cobertura e dos benefícios da cirurgia ortognática

A cirurgia ortognática, por estar inscrita no rol de procedimentos cobertos pela ANS, conta com assistência do seu plano. Assim, não apenas a cirurgia em si deve ser coberta, bem como todos os exames e materiais necessários. Apenas os procedimentos odontológicos, como por exemplo, o tratamento ortodôntico e o planejamento virtual pré-operatório, não possuem cobertura no Rol.

Aqui estão algumas dicas utéis:

1. Verifique o período de carencia, pelo seu plano de saúde.

2. Procure um ortodontista e um cirurgião bucomaxilofacial que tenham experiência em lidar com planos de saúde e cirurgias ortognáticas.

3. Siga todas as orientações e procedimentos fornecidos pela operadora de saúde, pois com isso, irá aumentar suas chances de aprovação.

4. Mantenha cópias de todos os documentos enviados para o plano de saúde e acompanhe o processo de perto.

5. Se o pedido for negado, é importante que você entre com um recurso, para fornecer mais informações e evidências, pois assim comprovarão a necessidade da cirurgia.

https://www.migalhas.com.br/depeso/224283/negativa-de-cobertura-de-cirurgia-bucomaxilofacial-pelos-planos-de-saude-e-considerada-abusiva

Processo de autorização para cirurgia ortognática

A cirurgia ortognática é peculiar, pois envolve tanto procedimentos médicos, quanto odontológicos. Por isso, diversas operadoras de plano de saúde criam barreiras para custear esse procedimento. A grande maioria dos custos da cirurgia são garantidos, como toda a parte médico-hospitalar. Os procedimentos odontológicos, como por exemplo, o planejamento virtual e ortodontia, não são cobertos pelas operadoras de saúde.

É importante ressaltar que a cirurgia ortognática é eletiva, ou seja, precisa de uma autorização do seu convênio, segundo a norma da ANS. O prazo para você descobrir se o seu plano cobre a cirurgia ortognática é de 21 dias úteis, em média.

A alegação mais comum dos planos de saúde, para negarem esse procedimento, é por considerar sua finalidade exclusivamente estética. Além disso, outra reclamação comum, por parte dos pacientes, é a dos planos não darem a cobertura integral dos materiais e exames utilizados.

Conseguindo essa autorização, é importante você lembrar que, além da cirurgia ortognática, o seu plano de saúde é obrigado a custear todos os exames e materiais para realização deste tratamento estético-funcional.

Confira também: quando fazer uma bichectomia?

Considerações adicionais para escolher o melhor seguro de saúde

Ao escolher o melhor plano de saúde para cirurgia ortognática, existem algumas considerações adicionais a serem lembradas. Aqui estão algumas coisas a serem consideradas:

  • Custo do plano de saúde – Certifique-se de considerar o custo total do plano de saúde ao escolher o melhor plano de saúde para cirurgia ortognática. No entanto, lembre-se de que o plano de saúde mais barato pode não ser o melhor plano de saúde para suas necessidades.
  • Duração do plano de saúde – Certifique-se de considerar a duração do plano de saúde ao escolher o melhor plano de saúde para cirurgia ortognática. Alguns planos de saúde podem ter uma duração limitada, enquanto outros podem ser renovados anualmente.
  • Restrições de cobertura – Verifique os períodos de espera e restrições de cobertura do plano de saúde. Alguns planos de saúde podem ter períodos de espera, que varia de 6 meses a 2 anos, antes de cobrir a cirurgia ortognática, enquanto outros podem ter restrições de cobertura para certos tipos de procedimentos.

Conclusão: Tomando uma decisão informada sobre seu seguro de saúde para cirurgia ortognática

Escolher o melhor plano de saúde para cirurgia ortognática pode ser uma tarefa desafiadora, mas com as informações e orientações certas, você pode tomar uma decisão informada e segura. Lembre-se de considerar a rede de médicos credenciados, cobertura para cirurgia e acompanhamento pós-operatório como fonaudiologa e fisioterapeuta, períodos de espera e restrições de cobertura, pesquisa e comparação de provedores de planos de saúde, cobertura e benefícios da cirurgia ortognática e processo de autorização.

Além disso, considere o custo total do plano de saúde, a duração do plano de saúde e os limites de cobertura. Ao escolher o melhor plano de saúde para cirurgia ortognática, você pode garantir que receberá a atenção médica adequada e a cobertura de seguro necessária para esse procedimento complexo.